"Devagar, devagar, passo a passo. Cada passo é uma meditação. Cada passo é uma oração."

É uma coleção de meditações sobre a sabedoria e a compaixão tiradas da experiência de Maha Ghosananda como mestre de meditação e trabalhador internacional pela paz. O livro começa com uma introdução de Dith Pran, o fotógrafo do New York Times cuja história foi contada no filme The Killing Fields ("Gritos do Silêncio", em português) e de uma introdução dos editores, os quais dão os detalhes da história recente do Camboja e do papel de Maha Ghosananda no processo da paz.

Por muitos anos Maha Ghosananda viajou por todo o mundo para trazer a paz e a reconciliação para este povo arrasado pela guerra. Em 1988 ele foi eleito Somteja ( Supremo Patriarca) do Buddhismo Cambojano. Foi o co-fundador da Missão Inter-Religiosa pela Paz no Camboja.

O livro foi traduzido em 1993 por Ricardo Sasaki e publicado pela Editora Vozes. Ele agora é relançado por Edições Nalanda, numa edição revisada e corrigida.

Ou pode fazer um depósito em nossa conta e nos avisar por email.


SUMÁRIO

Prefácio da edição americana
Prefácio da edição brasileira
Prefácio da edição brasileira (2a. edição)
Apresentação
Introdução dos editores em língua inglesa

Meditações sobre a sabedoria
Prece pela paz
Reger o universo
Um ensinamento
O presente é a mãe do futuro
Equilibrando sabedoria e compaixão
Deixando o sofrimento passar
O caminho do meio
Boa sorte, má sorte
Devemos comer o tempo
Árvore Bodhi
Nirvana
Corpo doente, mente saudável
Dharmayana
Vigilância e clara compreensão

Meditações sobre a compaixão
Fazendo a paz
Pense antes de falar
Grande compaixão
Sem limites para o amor irradiante
Ódio
Amor universal
Doação
Somos nosso templo
A paz está crescendo vagarosamente
Auto-determinação
Quem é o inimigo?
A família humana
Preservando nossa herança
Construindo pontes
Quatro faces, um coração
Um exército de paz
O abraço do amor
Cada passo é uma oração
 

SOBRE OS EDITORES

Jane Mahoney e Philip Edmonds acompanharam Maha Ghosananda há anos desde sua base em Provindence, Rhode Island. Além de editores são também os responsáveis pela excelente introdução que conta a história do Camboja.

SOBRE O TRADUTOR

Ricardo Sasaki conheceu Maha Ghosananda em 1986. Estudou com vários mestres no Brasil e no mundo e, além de psicólogo clínico, é o fundador e diretor do Centro Buddhista Nalanda, uma entidade brasileira dedicada à transmissão fiel dos ensinamentos originais do Buddha.

Saiba mais: www.nalanda.org.br

Relançamento do Livro

"Vinte anos atrás conheci alguém muito especial que foi um marco no meu curso no caminho Theravada, e, na verdade, o primeiro monge dessa tradição com quem tive contato pessoal. Então, quatorze anos atrás a Editora Vozes publicou minha tradução em português de seu único livro, uma tradução simultânea com a publicação francesa e cambojana, apenas um ano após o lançamento do livro em inglês. Depois de parar de ser publicado, por muito tempo pensei em republicá-lo. Além de indagações sobre o livro vindas de todos os cantos, ele, afinal, tinha um valor especial para mim. Agora, finalmente, ele está uma vez mais disponível ao público de língua portuguesa, via Edições Nalanda, em versão virtual. É um prazer apresentar novamente o Venerável Phra Maha Ghosananda - Supremo Patriarca do Buddhismo do Camboja, quatro vezes indicado ao Prêmio Nobel da Paz, fundador e membro honorário de inúmeras instituições pela paz - e seus ensinamentos sobre a Sabedoria e a Compaixão" - Ricardo Sasaki.

Prefácio de Jack Kornfield

É possível ler mesmo sem comprar o livro. Ele começa assim:

Desde que o encontrei há mais de vinte anos, Maha Ghosananda representou para mim a essência da doce generosidade e a coragem imbatível do coração. Apenas estar em sua presença, experienciar seu sorriso e a contaminante bondade amorosa que flui de si, é curar o espírito.

Vi Maha Ghosananda em muitas circunstâncias: praticando como monge da floresta, como uma figura paterna para as crianças cambojanas, como um tradutor e erudito de quinze línguas, como um mestre de meditação para estudantes ocidentais, como um ativista da paz nas Nações Unidas e como um dos tesouros-vivos do Camboja liderando as comunidades de refugiados khmer pelo mundo. Nestas situações, seu coração tem permanecido infalivelmente cheio de compaixão e alegria, emanando os ensinamentos de simplicidade e amor. Ele ofereceria e ofereceu o manto de seus ombros e a comida de sua tigela para qualquer um que necessite...

Ou pode fazer um depósito em nossa conta e nos avisar por email.

Um Abraço

Maha Ghosanada

Quando os cambojanos cumprimentam pessoas de especial importância, eles oferecem um longo e quente abraço. Então, gentilmente, erguem o homenageado para cima. Este gesto coloca a cabeça do homenageado acima da cabeça daquele que saúda. Significa: "Eu tenho uma profunda reverência pelo seu ser".

Quando encontrei o Papa João Paulo II nas escadarias do Vaticano, nós compartilhamos um caloroso abraço. Então, para mostrar respeito, tentei levantá-lo. Mas eu sou um pequeno monge e o Papa é muito alto. Meu braço ficou doendo por muitas semanas. A compaixão deve ser equilibrada com sabedoria!

Samdech Phra Maha Ghosananda, do livro Passo a Passo - Meditações sobre a Sabedoria e a Compaixão